Dieta para colesterol alto

Uma dieta para colesterol alto perfeita não envolve somente bons hábitos alimentares, como também a prática de exercícios físicos regularmente. Somente fazendo essa associação você consegue abaixar as taxas de colesterol ruim (LDL) e manter as taxas de colesterol bom (HDL) em alta.

O colesterol ruim aumenta o risco de infartos e derrame cerebral, além do mal de Alzheimer (doença sem cura).

Uma vez diagnosticado com colesterol acima da média, o paciente precisa ingerir medicação nas doses certas diariamente, porém os remédios de nada adiantarão se a dieta não for regrada e pensada para o controle do problema.

Por outro lado, se a alimentação for excelente, pode haver a possibilidade de retirada das pílulas medicamentosas.

Para ajudar você a lidar com o problema e, talvez, se livrar de uma vez por todas dos remédios, separamos um guia com 7 alimentos que não podem faltar na dieta para colesterol alto:

Dieta para colesterol alto

7 alimentos que não podem faltar na dieta para colesterol alto

1- Peixes

Salmão, atum e sardinha são ótimas fontes de ômega-3, um óleo benéfico para o organismo que pode ser encontrado na carne desses peixes.

Essa gordura do bem ajuda na redução dos triglicerídeos e colesterol total do sangue, o que também diminui o risco de formação de coágulos (por tornar o sangue mais fluído), o que é de grande ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares.

2- Oleaginosas

Oleaginosas nada mais são que nozes, castanhas, amendoins e amêndoas ricas em óleos nutritivos. Tais nutrientes combatem o envelhecimento precoce das células e ajudam a prevenir doenças (como o câncer, por exemplo).

A arginina (presente nas oleaginosas) é um vasodilatador e, consequentemente, diminui o risco de se desenvolver doenças do coração.

3- Azeites

Esses óleos, além de combaterem o colesterol alto, previnem o desenvolvimento de doenças cardíacas. Além de ajudar com o colesterol, os azeites também são benéficos para quem tem diabetes tipo 2, já que regula a taxa glicêmica.

4- Frutas cítricas

A vitamina C presente em frutas cítricas (laranja, limão, acerola, etc) não deve ser consumida apenas em casos de gripes e resfriados. Por serem ricas em substâncias antioxidantes, como os flavonoides, essas frutas regulam o colesterol ruim (LDL) do corpo agindo diretamente na absorção dele (no intestino).

5- Canela

Conhecida por ser um tempero de gosto marcante, muito utilizada em doces e chás, a canela, assim como as frutas cítricas, é rica em antioxidantes, de forma que também combatem o LDL (colesterol ruim). Consumir meia colher de chá por dia já é o suficiente.

6- Soja

A soja é um grão muito utilizado por mulheres (principalmente para combater o desequilíbrio hormonal causado pela menopausa), e por frequentadores de academias e atletas, estando presente na maioria dos suplementos alimentares desenvolvidos para esse público.

Porém, estudos apontam que a soja ajuda a aumentar o colesterol bom do organismo ao mesmo tempo que tende a diminuir o colesterol ruim, além de fornecer outros benefícios como fortalecimento da imunidade.

7- Chá verde

Os flavonoides encontrados em abundância nesse chá funcionam como antioxidantes que ajudam a prevenir o envelhecimento precoce, além de diminuir o colesterol ruim.

O chá verde também ajuda a reduzir a inflamação dos tecidos. No geral, ingerir chá verde todos os dias diminui a incidência de formação de coágulos, uma das principais causas de ataques cardíacos.

Uma dieta para colesterol alto que inclua ao menos parte desses alimentos diariamente na sua rotina alimentar é suficiente para manter o colesterol saudável e te deixa longe de problemas no coração.

Dieta para colesterol alto
5 (100%) 1 vote

Leave a Reply