Dieta Flexível: 4 Principais Erros

Sempre ao iniciar uma dieta ou alteração na maneira da nossa alimentação, almejamos resultados expressivos em um curto espaço de tempo. Muitos ao começar a dieta flexível, tem essa visão, principalmente, pois é demonstrada através de livros, anúncios, celebridades e youtubers os seus rápidos resultados. Contudo, a real maneira de como comportar-se diante de tal dieta é compartilhado de maneira errada. Ou seja, induzindo ao erro e, portanto, gerando a ideia que ela não funciona.

Confira nesse artigo: 4 erros que podem arruinar as sua dieta flexível.

Erro 1: contar apenas as calorias

Levando em consideração apenas a soma do porte calórico dos alimentos, ou seja, contabilizar apenas as refeições, sem levar em conta a soma dos macronutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras). Logo deixará uma lacuna entre um dos 4 macronutrientes, o que pode acarretar em sua insuficiência. Por exemplo, não atingindo os níveis diários do consumo de proteínas, 2 gramas por quilograma corporal, é possível entrar em estado catabólico, em especial muscular. Desta forma não ocorrendo ganho de massa muscular ou manutenção da presente, e podendo perdê-la.

Dieta Flexível: 4 Principais Erros

Erro 2: fazer refeições livres, apenas com fontes isoladas de carboidratos refinados

O consumo exclusivo de carboidratos refinados (bolachas recheadas, sorvetes, refrigerantes, etc) de forma isolado, isto é, apenas eles em uma refeição, aumenta as chances de virarem exclusivamente açúcares ao corpo, logo gordura corporal. Além disso, os níveis de insulina são elevados, conforme maior grau de glicemia (nível de açúcar contido no alimento), o que não é desejável e pode levar ao desenvolvimento de diabetes.

Erro 3: valor irreal para as substituições dos alimentos

Na dieta flexível, existe um valor, para deixarmos para refeições livres, que deve ser respeitado, senão virá um oba oba, que nem de dieta você poderá chamar, pois nem estará fazendo… O certo é deixar por volta de 20-30% das calorias para uma refeição livre. Mas lembre-se, se for realizar uma refeição, rica em carboidratos, acrescente uma gordura ou proteína (que estiver sobrando nos macros).

  • Exemplo de refeições:
  • Errado: apenas consumir 2 bolas de sorvete.
  • Certo: consumir 2 bolas de sorvete com adição de <30 gramas de amendoim torrado ou 2 colheres de pasta de amendoim.

Erro 4: não contabilizar sucos, refrigerantes e demais bebidas.

Sim. Você leu direito. Há pessoas que talvez não adicionam no contador de calorias, sucos, bebidas alcoólicas ou refrigerantes. Negligenciando isso, no final do dia podem resultar em um excedente calórico não esperado. Um copo de suco de laranja, contém 90 calorias sendo elas: 20 gramas de carboidratos, 0,7 gramas de proteínas e 0,2 gramas de gordura, obviamente esses valores são sem adição de açúcares.

Dicas para obter sucesso no IIFYM

  1. Adicione absolutamente tudo que ingerir, no seu contador de calorias, pode ser Myfitnesspal ou Fatsecret;
  2. Sempre pese os alimentos na balança de cozinha, procure não utilizar medidas como colheres, pois não será exata as gramas, ou seja, as calorias podem ser distintas das ingeridas.
  3. Deixe macronutrientes preparados para as refeições do dia. Exemplo: Café da manhã, 20 gramas de proteína, 40 gramas de gordura e 10> gramas de carboidratos, e assim por diante.
  4. Tire fotos e meça seu peso corporal semanalmente. A dica aqui é tire as fotos e suba na balança em jejum, ou melhor após fazer a sua higiene corporal, seja banho ou xixi.

E então, você corrigirá seus erros na dieta flexível? Comente abaixo, quais erros você cometia..

Guest post escrito por: Basefitness.

Dieta Flexível: 4 Principais Erros
4.7 (94.29%) 7 votes

Leave a Reply